Guesthouse Bed & Breakfast in the Algarve - Gato Preto de Silves

Caminar pelo Algarve

O Gato Preto de Silves, aninhado no campo verde e pacífico de Silves, está idealmente localizado no meio da Via Algarviana, pelo que os nossos clientes têm imensas possibilidades para passeios diários: o barrocal, o litoral e a serra estão apenas a alguns minutos de distância. Para que possa desfrutar destes passeios, um guia completo dos percursos existentes está disponível no seu quarto, juntamente com um GPS (pré-carregado com essa informação).

Além do litoral, o interior é rico em paisagens diferentes, desde as montanhas da Serra de Monchique às escarpas de calcário. As variações na paisagem acompanham as alterações da flora e fauna locais, que fazem estes passeios serem ainda mais interessantes. Há também aldeias onde muito poucos turistas chegam. Locais onde a mula e arado ainda trabalham a terra e onde a roupa é feita à mão. Especialmente para os nossos clientes, selecionámos percursos pedestres, que oferecessem o melhor da diversidade natural do litoral e interior do Algarve.

Os percursos foram cuidadosamente selecionados para que respondam a todos os níveis de dificuldade, das caminhadas curtas aos trajectos mais exigentes.

Vários percursos começam mesmo na nossa pousada, através de pomares de laranjeiras e ao longo das margens do Arade e Odelouca, com vista para colinas do barrocal; Três passeios oferecem a oportunidade de assistir a um pôr do sol inesquecível, junto aos penhascos de calcário esculpidos pelo mar, com uma vista deslumbrante; Percursos pedestres na Serra de Monchique, que viajam através de um cenário espectacular, com o mar no horizonte; Também nos meses de inverno há caminhadas agradáveis de fazer. Para ver, por exemplo, as amendoeiras em flor com os pomares de laranjeiras verdes ao fundo – uma mistura de perfumes inigualável.

A nossa seleção de percursos segue principalmente estas três rotas:

Qual é o melhor período para caminhadas no Algarve?

A estação mais adequada às caminhadas é entre o final de setembro e o final de Maio. Para além disso podem ocorrer situações de muito calor em Setembro, Outubro, final de Abril e Maio, enquanto nos restantes cinco meses podem ocorrer chuvas, por vezes fortes e prolongadas.

Via Algarviana – Algarve Inland

Marcado com sinais e painéis interpretativos, este percurso atravessa toda a região de leste para oeste. O trajecto tem as suas origens num percurso religioso feito pelos peregrinos que se dirigiam para o promontório de Sagres, onde as relíquias de São Vicente foram encontradas. Partindo de Alcoutim, na margem do rio Guadiana, para o Cabo de São Vicente, o percurso de 300km é dividido em 14 seções, cada uma começando e terminando em locais com hospedagem.

O Gato Preto de Silves está idealmente localizado a meio da Via Algarvina, permitindo aos nossos hóspedes escolher entre uma variedade de percursos, onde o barrocal, o litoral e a serra estão apenas a alguns minutos de distância. A meio do trajeto da Via Algarviana, o caminho passa por São Bartolomeu de Messines e continua ao longo das margens da Ribeira do Arade, oferecendo vistas únicas. Em seguida, atravessa Silves, antes de se dirigir para a Serra de Monchique, cujas paisagens mais famosas são a Picota e a Fóia, o ponto mais alto do Algarve. Ao longo de todo o caminho, sentirá os aromas da vegetação autóctone como: alecrim, lavanda, erva-doce, tomilho, esteva, urze, e até mesmo orquídeas, embora estas sejam mais raras. As árvores e arbustos incluem medronheiros, figueiras, alfarrobeiras e sobreiros, bem como as amendoeiras que fornecem a matéria-prima para doces e licores deliciosos.

Para mais informaçoes sigue esto link: http://www.viaalgarviana.org/index.php/guia-informativo/

ROTA VICENTINA – Portugal South West Coast

Rota Vicentina is a long distance route of more than 300 km, between Santiago do Cacém and Sagres, along the historical route that once connected main towns and villages and an alternative route by the sea. It is planned for travelers and locals, with the underlying objective to provide the territory with a simple but structured way to enjoy the region and nature, of one of the most beautiful landscapes of Europe.

Rota Vicentina, with its two complementary itineraries, is an open path to travel on foot and get to know one of the best preserved coastlines in all of Europe. On your way you’ll cross charismatic small villages and towns, that through its people, traditions and memoirs will help you to grasp the essence of this rural region, with a very unique connection with the sea.

Historical Way

Comprised mainly of rural trails, this is a classic Grand Route (GR), fully accessible to mountain bikes, with stretches of cork tree forests, mountain ranges, valleys, rivers and creeks, in a true journey through time, local culture and nature trails.

Fishermen’s Trail

It is a single track along the cliffs which can only be travelled by foot, and more demanding from a physical point of view. A challenge to a permanent contact with the ocean winds, the harsh coastal scenery and the wild and powerful natural landscape.

It comprises a total of 4 sections and 5 complementary circuits.

Distance: 115 km

Mappa

MONCHIQUE – Mountain and Forest Walks

Monchique mountains, better known as “the Garden of the Algarve” offers several options for different levels of difficulty

Caminho das Caldas Picota – Trail of Monchique Hot Springs & Picota peak

The picota is the second highest mountain peak in Monchique and offers a rich natural environment, in particular for the flourish flora. As well as a great panoramic view, this highest point hosts a number of Holm Oaks and offers the best climate conditions for butterflies-watching due to the “hill-topping” fenomena that carachterize this species.

Following this path you will discover fantastic views, easely coming across sveral bird species like: eagles, hawk (race Pemis), goshawk (race Milvus), jays (Garrulus glandarius), Nightingale ( Luscinia megarhynchos) and the Common Blackbird. Furthermore you can find the Genet (Genetta hispanica), Least weasel (Mustela nivalis), Red fox (Vulpes silacea) and batterflies (Polygonum c-album). The most careful tourist could observe the signs of a wild boar (Sus scrofa).

This trail starting at Caldas de Monchique (Monchique Hot Springs) offers to its visitors the opportunity to go up to the highest peak of the Picota Mountain where they will be delighted by the open landscape over the Algarve Litoral.  The slopes are covered by different kind of rosemary (Rosmarinus officinalis and  Lavandula luisiera) as well as the Kermes Oak (Quercus coccifera) and myrtle (Myrtus communis).

On Picota slopes it’s also easy to find the local vegetation resulting from the sub-tropical mountain climate, like  evergrenn oak tree (Quercus suber), Sweet Chestnut or Marron (Castanea sativa), and the most famous Strawberry Tree, sometimes called Cane Apple (Arbutus unedo) from which the local people produce the Medronho Grappa (strong liquor), the Downy Oak or Pubescent Oak (Quercus humilis) and some exotic plants lile the Blue Gum (Eucalyptus globulus) and the silver wattle (Acacia dealbata).

During the path you could also find vegetation of  Holm Oaks and on the southest part of the Picota peak a rocky moorland rich of junypers ((Juniperus turbinata) e species of of rock-dwelling ferns (lip ferns)

O caminho tem um comprimento total de 9,190 km.

A diferença altimétrica é de 483m.